Psicologia da Segurança do Trabalho: Comportamento Inseguro

Na Psicologia entendemos o comportamento: tudo aquilo que o indivíduo fala, faz, pensa e sente. Assim, os estudos em psicologia abordam o homem como um todo – holístico. Os conhecimentos da área são aplicados em diversas faculdades, no caso em questão vamos tratar da relação entre a psicologia e o trabalho, ou seja, da psicologia do trabalho com foco no entendimento de comportamentos que corroboram para a ocorrência de acidentes do trabalho.

“O problema é trabalhar no piloto automático, com excesso de confiança.”


A questão emergente nos estudos e processos da Segurança do Trabalho é: como fazer com que as pessoas se cuidem no trabalho? A resposta para esta pergunta remete à noção de Comportamento Seguro.

São objetos de estudo da Psicologia do Trabalho na abordagem da influência humana no desenvolvimento dos acidentes do trabalho. Nesses estudos foi comprovado que as atitudes e as reações dos indivíduos no ambiente de trabalho não podem ser interpretados de forma eficaz sem considerar a situação total a que os trabalhadores estão expostos: todas as inter-relações o meio, o grupo de trabalho e a própria organização como um todo. Desta forma, o acidente do trabalho também pode ser abordado como conseqüência da qualidade das relações do indivíduo com o meio social que o cerca, com os companheiros de trabalho e com a organização como um todo.

A Psicologia do Trabalho e os seus estudos referentes à Segurança do Trabalho originaram um novo seguimento que aborda estritamente o controle da conduta e os processos para prevenção de acidentes, que denominamos “Psicologia da Segurança do Trabalho” que Meliá (1999) definiu como sendo: “a parte da psicologia que se ocupa do componente de segurança da conduta humana” é a ciência que vem sendo desenvolvida desde a década de 1970 que abrange um conjunto de técnicas (metodologia de intervenção) que permitem compreender e agir sobre os elementos humanos na prevenção de acidentes do trabalho com profundidade e precisão visando à otimização dos processos e ações para garantia da Segurança do Trabalho.

LUIZ CARLOS GOMES DA SILVA

Psicólogo/Consultor de Recursos Humanos

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

1 – REVISTA CIPA: Artigo – Comportamento Seguro – Ciência e senso comum na gestão humanos na gestão, saúde e segurança do trabalho, publicado na revista CIPA de novembro de 2005

2 – CHIAVENATO, Ildalberto. GESTÃO DE PESSOAS – 2º Edição, Ed. Campos Elsevier, 2005. Rio de Janeiro.

Fonte: www.portaldotecnico.net

CONDIÇÃO INSEGURA E ATO INSEGURO

Esta imagem foi fotografada no CEFET/RJ: Operário sem supervisão pintando uma fachada a 5 metros do chão.

Fonte: tecnicosegurancahoje.blogspot.com

 

 

 

Esse post foi publicado em Informações Gerais e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Psicologia da Segurança do Trabalho: Comportamento Inseguro

  1. Jaqueline disse:

    Sou TST e estou sempre em busca de informações novas que possam me auxiliar no trabalho que faço. Estas reportagens são muito enriquecedoras e nos ajudam muito. Parabéns pelo trabalho! Sds

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s